Blog

Quais as prioridades da Gestão Pública para 2023?

Em constante desenvolvimento e democratização, as administrações públicas devem estar atentas e cientes das inovações em áreas como gestão, produtos, atendimento e novas tecnologias. Além da própria política, que norteia as prioridades do planejamento anual, pensar no gerenciamento público de forma técnica é benéfico para todos que integram o processo.

Como exemplo, vemos 2023 chegar reforçando a urgência da implementação dos princípios da Governança Ambiental, Social e Corporativa, conhecida também como ESG no setor público. O conjunto de padrões e boas práticas que objetiva tornar o mercado mais consciente das questões sociais e de sustentabilidade passa, sem dúvida, pelas gestões municipais.

O ano marcado por renovações nas esferas estaduais e Federal também traz a importância do monitoramento da Economia. A inflação causada pelo cenário global e demais incertezas fez com que os bancos mundiais elevassem as taxas de juros, desestimulando os investimentos. São fatores que impactam no desenvolvimento e chegam às prefeituras em efeito cascata.

Entre as tendências a serem observadas, o foco no cidadão segue na agenda prioritária. A qualificação do atendimento, seja na proximidade ou no uso de tecnologias a fim de ampliar a eficiência e a confiabilidade no serviço público amplia o diálogo com a sociedade e reforça a reputação como um diferencial entre boas e más gestões.

O combate à desinformação também se tornou uma função fundamental da comunicação pública nos últimos anos, que exigirá ainda mais atenção e proatividade em 2023. A presença nos canais de comunicação digitais será ainda mais necessária para consolidar o protagonismo das gestões como fontes de informações oficiais e verdadeiras para a sociedade.  

Por fim, mas não menos importante, a segurança da informação, tão retratada desde a década passada, requer todos os esforços de implementação neste novo ciclo, pois quanto mais informações são lançadas na rede, maior deve ser a proteção desses dados. 

O cuidado e os planos de gerenciamento de eventuais crises devem envolver todos os setores das administrações municipais, afinal, estamos falando de dados sensíveis dos cidadãos e os órgãos públicos estão entre os segmentos mais visados pelos cibercriminosos. Reunir, planejar e aumentar os protocolos de segurança virtual deve ser prioridade entre os gestores.

Receba nossos informativos

51. 3778.1188

iem@iem.inf.br

Rua dos Andradas, 1234 / 1603 
Centro - 90.020-008 
Porto Alegre - RS

Horário de Atendimento: Segunda a Sexta, das 8h30 às 12h e das 13h30 às 17h30

Trabalhe Conosco

© Copyrights 2018.
Todos os direitos reservados.